Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

Encontro dos Representantes do CRT-SP

  • 5 de agosto de 2021

CRT-SP realiza treinamento de integração dos representantes em sua sede, com solenidade de entrega do termo de posse

Encontro dos Representantes do CRT-SP, realizado entre 26 de julho e 4 de agosto de 2021

De 26 de julho a 4 de agosto de 2021 o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) realizou, em sua sede na capital paulista, o Encontro dos Representantes do CRT-SP, espécie de treinamento, integração e para entrega do termo de posse pelo presidente Gilberto Takao Sakamoto e, em sua ausência, pelo vice-presidente José Avelino Rosa, aos técnicos que representarão o conselho em suas cidades e regiões. Os organizadores dividiram os participantes em grupos no intuito de evitar aglomeração e prover mais segurança e bem-estar a todos; pois, embora o número de infectados com o coronavírus (COVID-19) tenha diminuído a cada dia, a pandemia ainda não está completamente controlada. Além do presidente e vice-presidente, os outros integrantes da diretoria também acompanharam as atividades: a diretora administrativa Sandra Zamboli Fontana, o diretor financeiro Pedro Carlos Valcante, e o diretor de fiscalização e normas Rubens dos Santos.

No discurso de abertura, o presidente Gilberto Takao Sakamoto falou um pouco sobre sua trajetória profissional e a movimentação, de décadas, para a criação do conselho próprio. “Juntos com vocês, queremos continuar fazendo do CRT-SP um exemplo de conselho profissional, não somente para o estado como também para o país. Já construímos e realizamos muito desde a eleição da diretoria em janeiro de 2019, mas ainda temos um longo caminho a percorrer; e é com união, colaboração e trabalho que conseguiremos concretizar nossos objetivos”, disse, citando algumas ações em defesa da sociedade e benefício dos técnicos. “Nossa principal missão é proteger a sociedade por meio da fiscalização da profissão dos técnicos; afinal, um profissional devidamente registrado e habilitado é sinônimo de segurança, respeito e seriedade”, complementa.

Welington Guilherme Rezende e Berenice Madeira Witkowski: representantes do CRT-SP para a região de Campinas

De acordo com o Regulamento das Representações os representantes são aprovados pela diretoria e nomeados pelo presidente, devendo ser técnicos legalmente habilitados e em situação regular junto ao conselho. Mas o que, de fato, significa ser representante de um conselho profissional; em especial, do CRT-SP? Primeiramente é importante esclarecer que o exercício da função é honorífico, estando os empossados incumbidos de representar a autarquia no município ou região para a qual foram designados, objetivando descentralizar, dinamizar serviços e aproximar o conselho dos técnicos do estado. “É de muita relevância ser representante em nossas regiões, pois também somos técnicos e podemos nos apresentar, inclusive nas prefeituras, com credenciais e informações para agregar profissionais e colaborar para descentralizar as atividades, além de dar-lhes voz e mais participação”, opina o Técnico em Edificações Welington Guilherme Rezende, nomeado representante para a região de Campinas. Ele também avalia de maneira muito positiva a realização do evento. “Foi um encontro esclarecedor e de muitos esclarecimentos. Todos com quem eu conversei, principalmente os que ainda não conheciam bem o conselho, ficaram muito impressionados com a estrutura”, acrescenta.

Técnica em Edificações, Berenice Madeira Witkowski confessa que, a princípio, sentiu-se um pouco apreensiva com o convite por estar num ambiente predominantemente masculino, mas foi convencida justamente para possibilitar que as mulheres ocupem mais espaço na área técnica. “Sem dúvidas ficou claro para mim que nós, mulheres, precisamos estar mais presentes”, afirma a também representante designada para atuar na região campineira. Aliás, são muitas as iniciativas do CRT-SP no sentido de fomentar a participação feminina em carreiras técnicas; no mês de março, por exemplo, o CRT-SP Talks: “Mulheres na Área Técnica” reuniu profissionais, estudantes, instituições de ensino e empresas para discussão de assuntos relacionados à igualdade, equidade e empoderamento. “Adquiri grande bagagem de conhecimento durante esse treinamento, vi como a equipe que coordena o conselho é competente e aprendi muito sobre leis e normas que o regem”, finaliza.

Carlos Tobias Lima Filho: “Percebi como a diretoria está com o projeto de construção e fortalecimento do conselho muito bem definido”

Para o Técnico em Eletrotécnica Carlos Tobias Lima Filho de Caraguatatuba, nomeado representante para a região do Vale do Paraíba, esse encontro de integração representa um marco inicial relevante para os técnicos, tanto que o convenceu a se unir ao grupo. “Percebi como a diretoria está com o projeto de construção e fortalecimento do conselho muito bem definido, com os integrantes da equipe preparados, focados e falando a mesma língua”, considera. Ele aproveita para enaltecer a participação dos demais representantes, cujos depoimentos denotam vontade e determinação para a valorização e o reconhecimento da profissão perante a sociedade. Em sua opinião, todo profissional deve conhecer e respeitar as normas e legislações do conselho ao qual pertence. “Por trabalhar como representante regional de uma associação esse conhecimento já está incrustado na minha formação, enchendo-me de expectativas positivas para desenvolver um bom trabalho”, finaliza, empolgado com o novo desafio profissional.

Conteúdo – “Um conselho profissional dinâmico inovador é feito ‘por’ e ‘para’ pessoas. Agora, os representantes empossados fazem parte do público interno do CRT-SP; ou seja, das pessoas que trabalham para despertar o sentimento de pertencimento dos mais de 115 mil profissionais registrados”, declara a assessora de marketing e inovação Fabiana Herculano Moraes, que fez uma rodada de apresentações e compartilhou, como “Cultura CRT-SP / Ações e Iniciativas”, os pilares da estratégia centrada no profissional técnico – tratado como cliente – que tem direcionado amplos esforços para que todos conheçam e compreendam a magnitude do Sistema CFT/CRT. “Com a chegada dos representantes ganhamos um reforço na multiplicação das informações de iniciativas que geram interesse pelas profissões técnicas, na criação de novas oportunidades aos nossos profissionais, na divulgação de tantas conquistas e benefícios, e na aproximação com a sociedade em geral”, emenda.

Na sequência o assistente Plinio Cimino apresentou a plataforma online Técnico que Faz, idealizada para conectar os profissionais com empresas, administradoras de condomínios e a sociedade em geral, propiciando oferta de serviços de ordem técnica com qualidade e segurança, uma vez que para se cadastrar os técnicos devem estar registrados no conselho comprovando a legalidade da atividade. “Penso que minha participação nesse encontro tenha sido positiva, e particularmente engrandecedora”, resume, destacando que esteve envolvido desde o início na elaboração da parte documental, em reuniões com a diretoria, nas plenárias, cadastro dos representantes e, nos dias antecedentes, na montagem da estrutura para recepção dos participantes. “Foi muito gratificante perceber que no decorrer do treinamento alguns representantes chegaram sem entender muito, mas saíram motivados e vestindo a camisa do CRT-SP”, complementa, metaforicamente.

Gerente geral e de planejamento estratégico, Mesaque Araújo da Silva concentrou sua apresentação na “Legislação do Sistema CFT/CRT”, esmiuçando os dispositivos da Lei nº 13.639/2018; a Lei nº 5.524/1968 e o Decreto nº 90.922/1985, que regulamentam a profissão do técnico; o Regimento Interno, em especial os artigos que versam sobre a competência do plenário e da diretoria executiva; resoluções que regram o Sistema CFT/CRT, fielmente seguidas pelo CRT-SP, como a Resolução CFT nº 090/2019, que aprova o Plano Nacional de Fiscalização Integrada (PNFI) para o período 2020 a 2022; o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), recentemente atualizado pelo Ministério da Educação (MEC); e explicou, ainda, como são atendidas as exigências do Tribunal de Contas da União (TCU) quanto à prestação de contas através do Relatório de Gestão Integrado. “Ao apresentar aos nossos representantes os principais aspectos da legislação, regimento e demais normativos que regem o conselho, acredito que contribui com o coletivo para que eles possam exercer suas atividades com maior assertividade, bem como ao realizarem pesquisas da legislação quando necessário no dia a dia das ações de representação”, avalia ao ser questionado sobre sua participação, destacando a cooperação dos outros colaboradores e ciente de que o evento cumpriu o papel a que se propôs: apresentar, integrar e propiciar uma rede de articulação para ajudar no trabalho da diretoria, beneficiando os técnicos e a sociedade.

Por sua vez, Adalto Pinto dissertou sobre o “Regulamento das Representações do CRT-SP” e as “Demandas, Rotinas e Pontos de Apoio ao Representante”. “A assessoria de projetos especiais assumiu a responsabilidade pela apresentação do regulamento, discriminando os direitos e deveres dessa maravilhosa prestação honorífica de serviço público”, justifica o assessor de projetos especiais, que também observa na representação mais um canal de comunicação com a diretoria. “Entender e atender as necessidades regionais dos técnicos é fundamental, eu acredito que mais uma vez o CRT-SP acertou na estratégia de levar o conselho aos quatro cantos do estado”, comemora.

Colaboradores de diferentes áreas do CRT-SP palestram, orientam e esclarecem dúvidas dos representantes

Foco na fiscalização orientativa – O PNFI, objeto da Resolução CFT nº 090/2019, estabelece regramento à fiscalização do exercício profissional por parte dos conselhos regionais; porém, delega-lhes a responsabilidade de estabelecer suas próprias diretrizes para a atuação educativa e preventiva. No CRT-SP essa visão está bem solidificada, com grande notoriedade à fiscalização orientativa – também chamada fiscalização inteligente –, com punição propriamente dita somente em último caso. “Com melhor relação custo-benefício, a orientação antecede atos corretivos e punitivos e evita danos antes que possam acontecer”, disse o diretor de fiscalização e normas Rubens dos Santos numa matéria publicada pela Revista Ser Técnico Industrial [Edição 02 – Junho/2021].

E considerando que a fiscalização foi um dos temas abordados no Encontro dos Representantes do CRT-SP, nada melhor do que recorrer a alguém com quase quatro décadas de experiência na área atuando em outro conselho profissional, onde começou como agente fiscal até chegar a superintendente: Ademir Amaral, engenheiro civil que palestrou sobre “O Papel dos Representantes e a Fiscalização do Exercício Profissional”. Ele avalia de fundamental importância o evento para que as ações que visam o cumprimento da missão do conselho sejam realizadas com excelência, promovendo a visibilidade necessária para o trabalho dos técnicos. “Com a posse dos representantes o CRT-SP dá um grande salto no processo de descentralização na busca pela eficiência como conselho profissional”, sintetiza, sentindo-se honrado pelo convite. “Fico feliz pela oportunidade de participar e contribuir com a habilidosa formação dos primeiros representantes dessa entidade”, agradece, antes de concluir: “Ao longo desses dias pude perceber o quanto os representantes são valorosos na dedicação e empenho, demonstrando que estão muito focados e interessados em cumprir uma honrosa jornada nessa função”.

Ademir Amaral: “O CRT-SP dá um grande salto no processo de descentralização na busca pela eficiência como conselho profissional”

Enfim, o trabalho e a responsabilidade dos representantes são notórios para que o conselho consiga atender os técnicos e a sociedade com ainda mais eficiência em todas as regiões do estado, principalmente no que se refere à fiscalização inteligente, que prioriza a orientação no combate às irregularidades e antipráticas no exercício profissional. São eles que facilitam a conexão dos técnicos de suas respectivas cidades e regiões com as lideranças e colaboradores do CRT-SP; ou seja, essa representatividade encurta distâncias e aproxima os profissionais do conselho, propiciando-lhes uma participação mais direta e efetiva.

Para ter acesso às imagens do Encontro dos Representantes do CRT-SP, acesse a galeria de imagens no site www.crtsp.gov.br ou clique aqui.

Últimas notícias

Evento: “Celebração pelos 45 Anos do Movimento dos Técnicos Industriais”

Além de resgatar a história do movimento e suas contribuições para o desenvolvimento econômico do país, evento terá palestras e debates com dados e perspectivas…
Ler mais...

34ª EXPO USIPA no Vale do Aço, em Ipatinga

Em Minas Gerais, CRT-SP prestigia uma das mais importantes exposições do país voltadas à divulgação e fomento de negócios e serviços no setor industrial (mais…)
Ler mais...

31ª Reunião do Fórum de Presidentes dos CRTs

Presidentes de oito conselhos regionais reúnem-se para discussão de pautas que convergem para a representatividade, respeito e valorização dos técnicos (mais…)
Ler mais...

Encontro dos Representantes do CRT-SP

  • 5 de agosto de 2021

CRT-SP realiza treinamento de integração dos representantes em sua sede, com solenidade de entrega do termo de posse

Encontro dos Representantes do CRT-SP, realizado entre 26 de julho e 4 de agosto de 2021

De 26 de julho a 4 de agosto de 2021 o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) realizou, em sua sede na capital paulista, o Encontro dos Representantes do CRT-SP, espécie de treinamento, integração e para entrega do termo de posse pelo presidente Gilberto Takao Sakamoto e, em sua ausência, pelo vice-presidente José Avelino Rosa, aos técnicos que representarão o conselho em suas cidades e regiões. Os organizadores dividiram os participantes em grupos no intuito de evitar aglomeração e prover mais segurança e bem-estar a todos; pois, embora o número de infectados com o coronavírus (COVID-19) tenha diminuído a cada dia, a pandemia ainda não está completamente controlada. Além do presidente e vice-presidente, os outros integrantes da diretoria também acompanharam as atividades: a diretora administrativa Sandra Zamboli Fontana, o diretor financeiro Pedro Carlos Valcante, e o diretor de fiscalização e normas Rubens dos Santos.

No discurso de abertura, o presidente Gilberto Takao Sakamoto falou um pouco sobre sua trajetória profissional e a movimentação, de décadas, para a criação do conselho próprio. “Juntos com vocês, queremos continuar fazendo do CRT-SP um exemplo de conselho profissional, não somente para o estado como também para o país. Já construímos e realizamos muito desde a eleição da diretoria em janeiro de 2019, mas ainda temos um longo caminho a percorrer; e é com união, colaboração e trabalho que conseguiremos concretizar nossos objetivos”, disse, citando algumas ações em defesa da sociedade e benefício dos técnicos. “Nossa principal missão é proteger a sociedade por meio da fiscalização da profissão dos técnicos; afinal, um profissional devidamente registrado e habilitado é sinônimo de segurança, respeito e seriedade”, complementa.

Welington Guilherme Rezende e Berenice Madeira Witkowski: representantes do CRT-SP para a região de Campinas

De acordo com o Regulamento das Representações os representantes são aprovados pela diretoria e nomeados pelo presidente, devendo ser técnicos legalmente habilitados e em situação regular junto ao conselho. Mas o que, de fato, significa ser representante de um conselho profissional; em especial, do CRT-SP? Primeiramente é importante esclarecer que o exercício da função é honorífico, estando os empossados incumbidos de representar a autarquia no município ou região para a qual foram designados, objetivando descentralizar, dinamizar serviços e aproximar o conselho dos técnicos do estado. “É de muita relevância ser representante em nossas regiões, pois também somos técnicos e podemos nos apresentar, inclusive nas prefeituras, com credenciais e informações para agregar profissionais e colaborar para descentralizar as atividades, além de dar-lhes voz e mais participação”, opina o Técnico em Edificações Welington Guilherme Rezende, nomeado representante para a região de Campinas. Ele também avalia de maneira muito positiva a realização do evento. “Foi um encontro esclarecedor e de muitos esclarecimentos. Todos com quem eu conversei, principalmente os que ainda não conheciam bem o conselho, ficaram muito impressionados com a estrutura”, acrescenta.

Técnica em Edificações, Berenice Madeira Witkowski confessa que, a princípio, sentiu-se um pouco apreensiva com o convite por estar num ambiente predominantemente masculino, mas foi convencida justamente para possibilitar que as mulheres ocupem mais espaço na área técnica. “Sem dúvidas ficou claro para mim que nós, mulheres, precisamos estar mais presentes”, afirma a também representante designada para atuar na região campineira. Aliás, são muitas as iniciativas do CRT-SP no sentido de fomentar a participação feminina em carreiras técnicas; no mês de março, por exemplo, o CRT-SP Talks: “Mulheres na Área Técnica” reuniu profissionais, estudantes, instituições de ensino e empresas para discussão de assuntos relacionados à igualdade, equidade e empoderamento. “Adquiri grande bagagem de conhecimento durante esse treinamento, vi como a equipe que coordena o conselho é competente e aprendi muito sobre leis e normas que o regem”, finaliza.

Carlos Tobias Lima Filho: “Percebi como a diretoria está com o projeto de construção e fortalecimento do conselho muito bem definido”

Para o Técnico em Eletrotécnica Carlos Tobias Lima Filho de Caraguatatuba, nomeado representante para a região do Vale do Paraíba, esse encontro de integração representa um marco inicial relevante para os técnicos, tanto que o convenceu a se unir ao grupo. “Percebi como a diretoria está com o projeto de construção e fortalecimento do conselho muito bem definido, com os integrantes da equipe preparados, focados e falando a mesma língua”, considera. Ele aproveita para enaltecer a participação dos demais representantes, cujos depoimentos denotam vontade e determinação para a valorização e o reconhecimento da profissão perante a sociedade. Em sua opinião, todo profissional deve conhecer e respeitar as normas e legislações do conselho ao qual pertence. “Por trabalhar como representante regional de uma associação esse conhecimento já está incrustado na minha formação, enchendo-me de expectativas positivas para desenvolver um bom trabalho”, finaliza, empolgado com o novo desafio profissional.

Conteúdo – “Um conselho profissional dinâmico inovador é feito ‘por’ e ‘para’ pessoas. Agora, os representantes empossados fazem parte do público interno do CRT-SP; ou seja, das pessoas que trabalham para despertar o sentimento de pertencimento dos mais de 115 mil profissionais registrados”, declara a assessora de marketing e inovação Fabiana Herculano Moraes, que fez uma rodada de apresentações e compartilhou, como “Cultura CRT-SP / Ações e Iniciativas”, os pilares da estratégia centrada no profissional técnico – tratado como cliente – que tem direcionado amplos esforços para que todos conheçam e compreendam a magnitude do Sistema CFT/CRT. “Com a chegada dos representantes ganhamos um reforço na multiplicação das informações de iniciativas que geram interesse pelas profissões técnicas, na criação de novas oportunidades aos nossos profissionais, na divulgação de tantas conquistas e benefícios, e na aproximação com a sociedade em geral”, emenda.

Na sequência o assistente Plinio Cimino apresentou a plataforma online Técnico que Faz, idealizada para conectar os profissionais com empresas, administradoras de condomínios e a sociedade em geral, propiciando oferta de serviços de ordem técnica com qualidade e segurança, uma vez que para se cadastrar os técnicos devem estar registrados no conselho comprovando a legalidade da atividade. “Penso que minha participação nesse encontro tenha sido positiva, e particularmente engrandecedora”, resume, destacando que esteve envolvido desde o início na elaboração da parte documental, em reuniões com a diretoria, nas plenárias, cadastro dos representantes e, nos dias antecedentes, na montagem da estrutura para recepção dos participantes. “Foi muito gratificante perceber que no decorrer do treinamento alguns representantes chegaram sem entender muito, mas saíram motivados e vestindo a camisa do CRT-SP”, complementa, metaforicamente.

Gerente geral e de planejamento estratégico, Mesaque Araújo da Silva concentrou sua apresentação na “Legislação do Sistema CFT/CRT”, esmiuçando os dispositivos da Lei nº 13.639/2018; a Lei nº 5.524/1968 e o Decreto nº 90.922/1985, que regulamentam a profissão do técnico; o Regimento Interno, em especial os artigos que versam sobre a competência do plenário e da diretoria executiva; resoluções que regram o Sistema CFT/CRT, fielmente seguidas pelo CRT-SP, como a Resolução CFT nº 090/2019, que aprova o Plano Nacional de Fiscalização Integrada (PNFI) para o período 2020 a 2022; o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), recentemente atualizado pelo Ministério da Educação (MEC); e explicou, ainda, como são atendidas as exigências do Tribunal de Contas da União (TCU) quanto à prestação de contas através do Relatório de Gestão Integrado. “Ao apresentar aos nossos representantes os principais aspectos da legislação, regimento e demais normativos que regem o conselho, acredito que contribui com o coletivo para que eles possam exercer suas atividades com maior assertividade, bem como ao realizarem pesquisas da legislação quando necessário no dia a dia das ações de representação”, avalia ao ser questionado sobre sua participação, destacando a cooperação dos outros colaboradores e ciente de que o evento cumpriu o papel a que se propôs: apresentar, integrar e propiciar uma rede de articulação para ajudar no trabalho da diretoria, beneficiando os técnicos e a sociedade.

Por sua vez, Adalto Pinto dissertou sobre o “Regulamento das Representações do CRT-SP” e as “Demandas, Rotinas e Pontos de Apoio ao Representante”. “A assessoria de projetos especiais assumiu a responsabilidade pela apresentação do regulamento, discriminando os direitos e deveres dessa maravilhosa prestação honorífica de serviço público”, justifica o assessor de projetos especiais, que também observa na representação mais um canal de comunicação com a diretoria. “Entender e atender as necessidades regionais dos técnicos é fundamental, eu acredito que mais uma vez o CRT-SP acertou na estratégia de levar o conselho aos quatro cantos do estado”, comemora.

Colaboradores de diferentes áreas do CRT-SP palestram, orientam e esclarecem dúvidas dos representantes

Foco na fiscalização orientativa – O PNFI, objeto da Resolução CFT nº 090/2019, estabelece regramento à fiscalização do exercício profissional por parte dos conselhos regionais; porém, delega-lhes a responsabilidade de estabelecer suas próprias diretrizes para a atuação educativa e preventiva. No CRT-SP essa visão está bem solidificada, com grande notoriedade à fiscalização orientativa – também chamada fiscalização inteligente –, com punição propriamente dita somente em último caso. “Com melhor relação custo-benefício, a orientação antecede atos corretivos e punitivos e evita danos antes que possam acontecer”, disse o diretor de fiscalização e normas Rubens dos Santos numa matéria publicada pela Revista Ser Técnico Industrial [Edição 02 – Junho/2021].

E considerando que a fiscalização foi um dos temas abordados no Encontro dos Representantes do CRT-SP, nada melhor do que recorrer a alguém com quase quatro décadas de experiência na área atuando em outro conselho profissional, onde começou como agente fiscal até chegar a superintendente: Ademir Amaral, engenheiro civil que palestrou sobre “O Papel dos Representantes e a Fiscalização do Exercício Profissional”. Ele avalia de fundamental importância o evento para que as ações que visam o cumprimento da missão do conselho sejam realizadas com excelência, promovendo a visibilidade necessária para o trabalho dos técnicos. “Com a posse dos representantes o CRT-SP dá um grande salto no processo de descentralização na busca pela eficiência como conselho profissional”, sintetiza, sentindo-se honrado pelo convite. “Fico feliz pela oportunidade de participar e contribuir com a habilidosa formação dos primeiros representantes dessa entidade”, agradece, antes de concluir: “Ao longo desses dias pude perceber o quanto os representantes são valorosos na dedicação e empenho, demonstrando que estão muito focados e interessados em cumprir uma honrosa jornada nessa função”.

Ademir Amaral: “O CRT-SP dá um grande salto no processo de descentralização na busca pela eficiência como conselho profissional”

Enfim, o trabalho e a responsabilidade dos representantes são notórios para que o conselho consiga atender os técnicos e a sociedade com ainda mais eficiência em todas as regiões do estado, principalmente no que se refere à fiscalização inteligente, que prioriza a orientação no combate às irregularidades e antipráticas no exercício profissional. São eles que facilitam a conexão dos técnicos de suas respectivas cidades e regiões com as lideranças e colaboradores do CRT-SP; ou seja, essa representatividade encurta distâncias e aproxima os profissionais do conselho, propiciando-lhes uma participação mais direta e efetiva.

Para ter acesso às imagens do Encontro dos Representantes do CRT-SP, acesse a galeria de imagens no site www.crtsp.gov.br ou clique aqui.

Últimas notícias

Evento: “Celebração pelos 45 Anos do Movimento dos Técnicos Industriais”

Além de resgatar a história do movimento e suas contribuições para o desenvolvimento econômico do país, evento terá palestras e debates com dados e perspectivas…
Ler mais...

34ª EXPO USIPA no Vale do Aço, em Ipatinga

Em Minas Gerais, CRT-SP prestigia uma das mais importantes exposições do país voltadas à divulgação e fomento de negócios e serviços no setor industrial (mais…)
Ler mais...

31ª Reunião do Fórum de Presidentes dos CRTs

Presidentes de oito conselhos regionais reúnem-se para discussão de pautas que convergem para a representatividade, respeito e valorização dos técnicos (mais…)
Ler mais...