Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

Trabalho e solidariedade para a reconstrução do litoral norte

  • 6 de março de 2023

Em reunião com vice-prefeito e a Defesa Civil Municipal e Nacional, CRT-SP coloca-se à disposição para serviços voluntários de reconstrução das áreas atingidas

CRT-SP em São Sebastião: presidente, gerente, conselheiro e representantes com autoridades locais e nacionais

Em pleno feriado de carnaval no mês de fevereiro, o litoral norte de São Paulo registrou um dos maiores volumes de chuvas da história do país, e devido à topografia característica da região com grande quantidade de construções nas encostas da Serra do Mar, muitas famílias perderam praticamente tudo: casas, bens materiais, vidas. Numa ação de cunho social, por intermédio do Técnico em Telecomunicações e conselheiro, Danilo dos Santos Santana – morador de São Sebastião, município mais prejudicado –, no dia 3 de março de 2023 o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) reuniu-se com o vice-prefeito Reinaldo Alves Moreira Filho e demais autoridades, para ouvir as principais necessidades do município e colocar-se à disposição em serviços voluntários voltados à reconstrução das áreas atingidas.

O encontro aconteceu na Prefeitura Municipal, também com a participação do chefe de divisão da Defesa Civil Municipal, Ricardo Cardoso dos Santos; do secretário de Meio Ambiente, Flávio Fernandes de Queiroz; de Abel Ribeiro Monteiro Vianna, da Secretaria de Urbanismo; e também de Daniel Martins, do Grupo de Apoio a Desastres (GADE) da Defesa Civil Nacional, instituído no âmbito do Ministério do Desenvolvimento Regional para atuar na linha de frente em situações de desastres naturais.  “Temos muitos técnicos nessa região – edificações, elétrica, telecomunicações e outras modalidades – e viemos oferecer nossa ajuda e nos colocarmos à disposição do município nesse trabalho voluntário de reconstrução”, anunciou o presidente Gilberto Takao Sakamoto, corroborado com informações técnicas expostas pelo diretor de departamento técnico, Rubens de Campos.

Em resposta, de imediato o vice-prefeito agradeceu e externou haver uma necessidade emergencial de serviços elétricos no almoxarifado municipal para manter os remédios na temperatura ideal. “Estamos recebendo muitas doações de medicamentos e, para mantê-los numa temperatura ideal, compramos mais equipamentos de ar condicionado, só que a carga elétrica do local não suporta. Então, se vocês colaborarem, será uma ajuda extremamente bem-vinda”, disse, acrescentando que, embora a prefeitura conte com profissionais habilitados, a equipe está com muita demanda de trabalho em várias regiões. Presentes na reunião, os representantes regionais do CRT-SP traçaram comentários técnicos acerca da situação e se prontificaram a realizar os serviços: Carlos Tobias Lima Filho é Técnico em Eletrotécnica; Isac José Faria é Técnico em Eletrotécnica e Edificações – ambos moradores de Caraguatatuba –; e Christian Almeida da Costa é Técnico em Mecatrônica e reside em São Sebastião. Ao fim da reunião, eles se dirigiram ao almoxarifado municipal, acompanhados da chefe de divisão de assistência farmacêutica e gestão de estoque, Bianca Bandini, que mostrou as condições do local e alinhou a realização dos serviços de maneira emergencial.

CRT-SP no almoxarifado municipal: necessidade de serviços elétricos emergenciais para instalação de ar condicionado para manter os remédios doados na temperatura ideal

 

Câmara Municipal – Os representantes do CRT-SP também estiveram na Câmara Municipal reunidos com o presidente Marcos Fuly, ocasião em que Gilberto Takao Sakamoto apresentou oficialmente o conselho, relatou sobre a reunião realizada na Prefeitura Municipal e explicou que, nos termos da Lei nº 13.639/2018 e das resoluções baixadas pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), os técnicos têm atribuições legais para a realização de uma infinidade de serviços de acordo com suas modalidades; serviços que, justamente, a cidade necessita nesse período de reconstrução. Ele mencionou também sobre o TRT Solidário, ativado durante o período de calamidade pública decretado pelo governo estadual, pelo qual os técnicos estão isentos do pagamento da taxa para a realização de trabalhos solidários.

Reunião com o presidente da Câmara Municipal de São Sebastião, Marcos Fuly

Receptivo, o vereador se dispôs a intervir junto aos órgãos e setores da administração municipal; inclusive, para analisar a Lei Municipal nº 1.850/2007, que “dispõe sobre prestação de serviços de concessão de plantas populares”; afinal, nesse momento o que a população local mais necessita são casas dignas e distantes das áreas de risco para dar continuidade às suas vidas. “Recebi CRT-SP em meu gabinete para buscar, o quanto antes, alternativas técnicas e soluções que contribuam para a reconstrução dos locais atingidos pelas fortes chuvas. Estamos dialogando com representantes no cenário federal e estadual, buscando ajudas em todas as áreas”, postou o vereador nas redes sociais.

Em conformidade com a legislação vigente, os Técnicos em Edificações têm atribuições para projetos e execução de imóveis até 80m2 e reformas em limite de áreas, desde que não interfira na parte estrutural.

 

ETEC de São Sebastião: mobilizada para recebimento de doações, destinadas às vítimas das chuvas

Solidariedade – Como prova de que o brasileiro é solidário, a comoção tem unido o país no acolhimento às vítimas, seja com alimentos não perecíveis, roupas, colchões, itens de limpeza e higiene social e até doações em dinheiro. Escolas, ginásios e espaços públicos estão sendo utilizados; como a ETEC de São Sebastião, por exemplo, localizada na Praia Barra do Sahy, que interrompeu suas atividades pedagógicas para servir de abrigo aos necessitados e também chegou a ser usada para reter corpos até o reconhecimento pelos familiares e um sepultamento digno.

Vale lembrar novamente que o governo estadual decretou estado de calamidade pública em São Sebastião e mais cinco cidades do litoral norte: Ilhabela, Caraguatatuba, Guarujá, Bertioga e Ubatuba.

 

Você pode continuar colaborando, depositando qualquer valor via PIX, diretamente ao Fundo Social de São Sebastião (Chave Pix – CNPJ 28.086.952/0001-99).

Texto: JD Morbidelli

Últimas notícias

34ª EXPO USIPA no Vale do Aço, em Ipatinga

Em Minas Gerais, CRT-SP prestigia uma das mais importantes exposições do país voltadas à divulgação e fomento de negócios e serviços no setor industrial (mais…)
Ler mais...

31ª Reunião do Fórum de Presidentes dos CRTs

Presidentes de oito conselhos regionais reúnem-se para discussão de pautas que convergem para a representatividade, respeito e valorização dos técnicos (mais…)
Ler mais...

Inauguração da nova sede do CRT-04, em Florianópolis

CRT-SP é representando por Gilberto Takao Sakamoto e Rubens dos Santos, presidente e diretor de fiscalização e normas (mais…)
Ler mais...

Trabalho e solidariedade para a reconstrução do litoral norte

  • 6 de março de 2023

Em reunião com vice-prefeito e a Defesa Civil Municipal e Nacional, CRT-SP coloca-se à disposição para serviços voluntários de reconstrução das áreas atingidas

CRT-SP em São Sebastião: presidente, gerente, conselheiro e representantes com autoridades locais e nacionais

Em pleno feriado de carnaval no mês de fevereiro, o litoral norte de São Paulo registrou um dos maiores volumes de chuvas da história do país, e devido à topografia característica da região com grande quantidade de construções nas encostas da Serra do Mar, muitas famílias perderam praticamente tudo: casas, bens materiais, vidas. Numa ação de cunho social, por intermédio do Técnico em Telecomunicações e conselheiro, Danilo dos Santos Santana – morador de São Sebastião, município mais prejudicado –, no dia 3 de março de 2023 o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) reuniu-se com o vice-prefeito Reinaldo Alves Moreira Filho e demais autoridades, para ouvir as principais necessidades do município e colocar-se à disposição em serviços voluntários voltados à reconstrução das áreas atingidas.

O encontro aconteceu na Prefeitura Municipal, também com a participação do chefe de divisão da Defesa Civil Municipal, Ricardo Cardoso dos Santos; do secretário de Meio Ambiente, Flávio Fernandes de Queiroz; de Abel Ribeiro Monteiro Vianna, da Secretaria de Urbanismo; e também de Daniel Martins, do Grupo de Apoio a Desastres (GADE) da Defesa Civil Nacional, instituído no âmbito do Ministério do Desenvolvimento Regional para atuar na linha de frente em situações de desastres naturais.  “Temos muitos técnicos nessa região – edificações, elétrica, telecomunicações e outras modalidades – e viemos oferecer nossa ajuda e nos colocarmos à disposição do município nesse trabalho voluntário de reconstrução”, anunciou o presidente Gilberto Takao Sakamoto, corroborado com informações técnicas expostas pelo diretor de departamento técnico, Rubens de Campos.

Em resposta, de imediato o vice-prefeito agradeceu e externou haver uma necessidade emergencial de serviços elétricos no almoxarifado municipal para manter os remédios na temperatura ideal. “Estamos recebendo muitas doações de medicamentos e, para mantê-los numa temperatura ideal, compramos mais equipamentos de ar condicionado, só que a carga elétrica do local não suporta. Então, se vocês colaborarem, será uma ajuda extremamente bem-vinda”, disse, acrescentando que, embora a prefeitura conte com profissionais habilitados, a equipe está com muita demanda de trabalho em várias regiões. Presentes na reunião, os representantes regionais do CRT-SP traçaram comentários técnicos acerca da situação e se prontificaram a realizar os serviços: Carlos Tobias Lima Filho é Técnico em Eletrotécnica; Isac José Faria é Técnico em Eletrotécnica e Edificações – ambos moradores de Caraguatatuba –; e Christian Almeida da Costa é Técnico em Mecatrônica e reside em São Sebastião. Ao fim da reunião, eles se dirigiram ao almoxarifado municipal, acompanhados da chefe de divisão de assistência farmacêutica e gestão de estoque, Bianca Bandini, que mostrou as condições do local e alinhou a realização dos serviços de maneira emergencial.

CRT-SP no almoxarifado municipal: necessidade de serviços elétricos emergenciais para instalação de ar condicionado para manter os remédios doados na temperatura ideal

 

Câmara Municipal – Os representantes do CRT-SP também estiveram na Câmara Municipal reunidos com o presidente Marcos Fuly, ocasião em que Gilberto Takao Sakamoto apresentou oficialmente o conselho, relatou sobre a reunião realizada na Prefeitura Municipal e explicou que, nos termos da Lei nº 13.639/2018 e das resoluções baixadas pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), os técnicos têm atribuições legais para a realização de uma infinidade de serviços de acordo com suas modalidades; serviços que, justamente, a cidade necessita nesse período de reconstrução. Ele mencionou também sobre o TRT Solidário, ativado durante o período de calamidade pública decretado pelo governo estadual, pelo qual os técnicos estão isentos do pagamento da taxa para a realização de trabalhos solidários.

Reunião com o presidente da Câmara Municipal de São Sebastião, Marcos Fuly

Receptivo, o vereador se dispôs a intervir junto aos órgãos e setores da administração municipal; inclusive, para analisar a Lei Municipal nº 1.850/2007, que “dispõe sobre prestação de serviços de concessão de plantas populares”; afinal, nesse momento o que a população local mais necessita são casas dignas e distantes das áreas de risco para dar continuidade às suas vidas. “Recebi CRT-SP em meu gabinete para buscar, o quanto antes, alternativas técnicas e soluções que contribuam para a reconstrução dos locais atingidos pelas fortes chuvas. Estamos dialogando com representantes no cenário federal e estadual, buscando ajudas em todas as áreas”, postou o vereador nas redes sociais.

Em conformidade com a legislação vigente, os Técnicos em Edificações têm atribuições para projetos e execução de imóveis até 80m2 e reformas em limite de áreas, desde que não interfira na parte estrutural.

 

ETEC de São Sebastião: mobilizada para recebimento de doações, destinadas às vítimas das chuvas

Solidariedade – Como prova de que o brasileiro é solidário, a comoção tem unido o país no acolhimento às vítimas, seja com alimentos não perecíveis, roupas, colchões, itens de limpeza e higiene social e até doações em dinheiro. Escolas, ginásios e espaços públicos estão sendo utilizados; como a ETEC de São Sebastião, por exemplo, localizada na Praia Barra do Sahy, que interrompeu suas atividades pedagógicas para servir de abrigo aos necessitados e também chegou a ser usada para reter corpos até o reconhecimento pelos familiares e um sepultamento digno.

Vale lembrar novamente que o governo estadual decretou estado de calamidade pública em São Sebastião e mais cinco cidades do litoral norte: Ilhabela, Caraguatatuba, Guarujá, Bertioga e Ubatuba.

 

Você pode continuar colaborando, depositando qualquer valor via PIX, diretamente ao Fundo Social de São Sebastião (Chave Pix – CNPJ 28.086.952/0001-99).

Texto: JD Morbidelli

Últimas notícias

34ª EXPO USIPA no Vale do Aço, em Ipatinga

Em Minas Gerais, CRT-SP prestigia uma das mais importantes exposições do país voltadas à divulgação e fomento de negócios e serviços no setor industrial (mais…)
Ler mais...

31ª Reunião do Fórum de Presidentes dos CRTs

Presidentes de oito conselhos regionais reúnem-se para discussão de pautas que convergem para a representatividade, respeito e valorização dos técnicos (mais…)
Ler mais...

Inauguração da nova sede do CRT-04, em Florianópolis

CRT-SP é representando por Gilberto Takao Sakamoto e Rubens dos Santos, presidente e diretor de fiscalização e normas (mais…)
Ler mais...